Prêmio Maraã de Poesia 2019

Foram 215 obras aptas a concorrer.  As duas obras vencedoras são:

VENCEDORES 

Obra: (S)Em Poemas Dissonantes    
Autora: Nathaly Felipe Ferreira Alves
Pseudônimo: Laureline
Cidade: Mauá - SP

Obra: Textos para lembrar de ir à praia 

Autor: Rodrigo Luiz Pakulski Vianna

Pseudônimo: Folk

Cidade: São Paulo - SP

MENÇÕES HONROSAS

Obra: O instante do acaso
Autor: Alan Resende
Pseudônimo: Andrei Trevisan

Cidade: Laje de Muriaé - RJ

Obra: Pão Só 

Autor: Pedro Torreão 
Pseudônimo: Zowie  

Cidade: São Paulo - SP

Obra: Disparates e carinhos  
Autor: Felipe Moreno Costa
Pseudônimo: Camilo Seron  
Cidade: Florianópolis - SC

Obra: Sintomas suspensos sobre um corpo ao longo de um dia

Autora: Letícia Becker Savastano 

Pseudônimo: Leticia Becker

Cidade: São Paulo - SP

JÚRI

Jucimara Tarricone é pós-doutora e pesquisadora na área de Crítica Literária pela UNICAMP. Doutora em Letras na área de Teoria Literária e Literatura Comparada pela USP (2007); Mestra em Comunicação e Semiótica: Literaturas, pela PUC-SP (1997) e Especialista em Literatura pela PUC-SP (1998). Tem experiência no campo de Letras, com ênfase em Teoria Literária, e atua principalmente nos seguintes temas: Teoria e Crítica literárias, Literatura Comparada, Literatura Brasileira e Semiótica. É autora de Hermenêutica e Crítica: o pensamento e a obra de Benedito Nunes, 2011 (Edusp/Ed.Ufpa), finalista do Prêmio Jabuti 2012. 


Maílson Furtado Viana é autor dos livros:  Sortimento (2012), Conto a conto (2013), Versos Pingados (2014) e À Cidade (2018), livro com o qual conquistou o Prêmio Jabuti de Poesia, e também de livro do Ano na mesma premiação, sendo este um dos prêmios mais importantes do Brasil. Nascido em Cariré e morador de Varjota, ambos os municípios na região de Sobral, no Ceará, Mailson formou-se em Odontologia pela Universidade Federal do Ceará. Em 2006, foi um dos fundadores da Companhia Teatral Criando Arte, na qual é ator e diretor. É membro-fundador do Grupo Literário Pescaria, além de editor e diagramador do jornal Pescaria e da antologia O Cambo. Administrou o blog Improvisos, de 2009 a 2016.

 

Revista Lavoura  é uma revista literária fundada em janeiro de 2017 com o objetivo de divulgar a literatura brasileira contemporânea e fomentar a crítica e a discussão literária. Seu corpo editorial é formado por: 

André Balbo, autor dos livros de contos Eu queria que este livro tivesse orelhas (Oito e meio, 2018) e Estórias autênticas (Patuá, 2017). Cursou Direito na USP, onde foi repórter, colunista e editor-chefe do jornal Arcadas. Dedicou-se aos estudos em Hermenêutica e Direito & Literatura, aprofundando-se na obra de William Shakespeare, estudo que originou uma monografia de filosofia do direito indicada ao Prêmio Jovem Jurista (FDUSP, 2016). Também passou pela Folha de S.Paulo como trainee de Ciência e Saúde, onde publicou notas e matérias no caderno Cotidiano.

Arthur Lungov é poeta e editor, autor dos livros de poesia Luzes fortes, delírios urbanos (Patuá, 2016) e Corpos (Quelônio, 2019), que foi contemplado pelo 2º Edital de Publicação de Livros da Prefeitura de São Paulo; e da plaquete Anticanções (Sebastião Grifo, 2019). É advogado formado pela USP, onde apresentou tese que explora a narrativa de ficção como exercício da desobediência civil, com enfoque no livro de contos Luuanda, de José Luandino Vieira, relacionando-o à Guerra de Independência de Angola. Atualmente cursa Letras na FFLCH-USP.

Lucas Verzola é autor de São Paulo Depois de Horas (Patuá, 2014), finalista do Prêmio SESC de Literatura 2014 na categoria contos; de Em Conflito com a Lei – Submundos (Reformatório, 2016), com apoio do ProAc 2015 – Governo do Estado de São Paulo, na modalidade “criação literária – prosa”; e de A última cabra (Reformatório, 2019). Formado em Direito pela USP, onde também cursou História, é especialista em direito penal e processual penal, e assessor no gabinete da vice-presidência do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Anteriormente, passou pela Folha de S.Paulo e pela Publifolha, tendo atuado como redator, repórter e editor-assistente. Em 2018, lançou o projeto Álbum de Família, que reúne contos curtos realizados a partir de fotografias antigas de sua família. Desde 2019 é pós-graduando em direção teatral pela Faculdade Paulista de Artes.